WhatsApp Image 2020-12-31 at 19.29.26.jp

2021 ANO DAS CHAVES DO REINO DOS CÉUS
 

"Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus;

e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus." 
Mateus 16:19

 

  •  PARTE 1

(1) O contexto surge de uma pergunta que Jesus fez aos Seus discípulos: “Indo Jesus para os lados de Cesarea de Filipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do Homem? ” (Mateus 16:13). Contextualizando nos dias de hoje. Deus da mesma maneira questiona, pergunta: Quem diz o povo ser o Filho do homem?
(2) Depois de ouvir a resposta dos discípulos sobre quem os outros diziam que Jesus era, a pergunta fica mais direta: “Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou? ” (Mateus 16:15). Agora Jesus não queria saber mais o que os de fora pensavam, mas o que os Seus próprios apóstolos pensavam a respeito Dele. Da mesma maneira pergunta a igreja, a mim e você: Quem dizeis que eu sou?
(3) A resposta vem de imediato do impetuoso Pedro: “Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16). Essa confissão agrada a Jesus, que passa então a dizer algumas palavras a Pedro. Contextualizando, Pedro representa a igreja. Ele tem a resposta que a igreja precisa ter. A resposta que Deus espera da igreja. Pedro diz que ELE é o Deus trino: Cristo (ungido de Deus, Espirito Santo); o Filho de Deus (Jesus); Deus vivo (se ELE tem o Filho, ELE é a própria expressão de Deus Pai).


As Chaves do Reino dos Céus
Alguns pensam erradamente que Jesus estava aqui fazendo de Pedro o primeiro Papa, que teria autoridade suprema sobre todos os discípulos. Inclusive, esse erro interpretativo levou a muitos pensamentos errados, como o caricato pensamento de Pedro controlando a entrada no céu, como uma espécie de porteiro. Tais pensamentos, nem de longe, representam o profundo ensino que a fala de Jesus quis trazer ali. 


Quando Jesus diz que daria a Pedro as chaves do reino dos céus estava descrevendo algo muito relacionado com a confissão de Pedro de que Jesus era o Cristo (o Messias).


Quem tem a revelação do Cristo tem as chaves.


Função das chaves - Chaves são usadas para fechar e abrir. 
Observe que não “chave”, no singular, mas “chaves”. Pedro aqui representa os apóstolos de Cristo. Todos eles foram comissionados por Jesus e receberam a bênção e autoridade (autorização) de usar essas “chaves”. Todos receberam o Espírito Santo: “E, havendo dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo” (João 20:22).

 
1 – Jesus (trindade) é a CHAVE DO REINO DOS CÉUS.
Essas chaves têm a ver com a confissão de Pedro. A confissão de que Jesus é O Cristo é a chave da pregação que abre as portas para o arrependimento e consequentemente ao reino dos céus. Ao mesmo tempo, a rejeição a essa confissão, ou uma não confissão, a descrença, fecha a porta para o arrependimento e a entrada ao reino dos céus.
Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo; o justo continue na prática da justiça, e o santo continue a santificar-se. E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim. Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras [no sangue do Cordeiro], para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas. Apocalipse 22:11-14


2 – Os discípulos, apóstolos, os que creem no Evangelho, em posse da CHAVE (Jesus), também se tornam chaves dos Reino dos Céus.
Os apóstolos de Cristo, sob a liderança futura de Pedro, foram os responsáveis pelo início da proclamação da Palavra do Senhor (o evangelho) a todas as nações. Eles formaram a base da igreja de Cristo. Eles tinham a autoridade dada por Cristo (as chaves para a compreensão sobre o evangelho) que daria as pessoas os elementos fundamentais para a entrada no reino dos céus. É por isso que se diz a respeito da igreja de Cristo: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações”. Atos 2:42.


3 – Essa é a chave que edifica (constrói) a igreja, o Reino dos céus. Construção de Deus.
Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem. Salmos 127:1,2 


4 – Essa chave abre portas (inferno) que não prevalecem contra a igreja, porque a igreja tem a chave.
Quando o vi, caí a seus pés como morto. Porém ele pôs sobre mim a mão direita, dizendo: Não temas; eu sou o primeiro e o último e aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno. Apocalipse 1:17,18

  • Parte 2

"De novo, entrou Jesus a falar por parábolas, dizendo-lhes: O reino dos céus é semelhante a um rei que celebrou as bodas de seu filho. Então, enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas; mas estes não quiseram vir. Enviou ainda outros servos, com esta ordem: Dizei aos convidados: Eis que já preparei o meu banquete; os meus bois e cevados já foram abatidos, e tudo está pronto; vinde para as bodas. Eles, porém, não se importaram e se foram, um para o seu campo, outro para o seu negócio; e os outros, agarrando os servos, os maltrataram e mataram. O rei ficou irado e, enviando as suas tropas, exterminou aqueles assassinos e lhes incendiou a cidade. Então, disse aos seus servos: Está pronta a festa, mas os convidados não eram dignos. Ide, pois, para as encruzilhadas dos caminhos e convidai para as bodas a quantos encontrardes. E, saindo aqueles servos pelas estradas, reuniram todos os que encontraram, maus e bons; e a sala do banquete ficou repleta de convidados. Entrando, porém, o rei para ver os que estavam à mesa, notou ali um homem que não trazia veste nupcial e perguntou-lhe: Amigo, como entraste aqui sem veste nupcial? E ele emudeceu. Então, ordenou o rei aos serventes: Amarrai-o de pés e mãos e lançai-o para fora, nas trevas; ali haverá choro e ranger de dentes. Porque muitos são chamados, mas poucos, escolhidos." 

Mateus 22:1-14

A grande ceia, a celebração das bodas ensina: (realidade vivida por muitos 2020)
1- Deus honra a todos os homens com o seu convite, mas considera uma afronta o desprezo e recusa depois de uma vez haver sido aceito.


2- O evangelho (boas novas) é de graça, tudo já foi preparado.


3- Os homens procuram eximir-se da responsabilidade de comparecer a ceia porque: 
     A- Preferem ver somente os terrenos, a entrar no Reino dos céus. A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. João 3:3
     B – Preferem trabalhar a receber da Graça. Para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:7-9
     C – Preferem um casamento (boda) com o mundo, às bodas (casamento) no Reino dos Céus. O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. João 3:19

 

4– Rejeitar o convite é uma decisão que perdura por toda eternidade. Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus, que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento: a vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, procuram glória, honra e incorruptibilidade; mas ira e indignação aos facciosos, que desobedecem à verdade e obedecem à injustiça. Romanos 2:5-8
 

5– Nenhuma falsa desculpa é justificada. Vou ver o campo que comprei – Ninguém compra um campo para depois ir ver. Experimentar a junta de bois que comprei – ninguém compra uma junta de bois sem antes experimentar. O recém-casado pode ir e levar a esposa (noiva) junto. O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade. Provérbios 12:22 Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira. Apocalipse 22:15
 

6- Seguir a Jesus exige abnegação. Uma grande multidão ia acompanhando Jesus; este, voltando-se para ela, disse: "Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo. E aquele que não carrega sua cruz e não me segue não pode ser meu discípulo. Lucas 14:25-27

2021 – A composição da simbologia na numerologia bíblica:
2 numeral dois, por 2x aparece. Comunhão (uns com os outros e com Deus)
20 – Número representativo do “trabalho”, ou “serviço”


Números 4:3,30 os levitas prestavam serviço na tenda da congregação durante 20 anos.


Êxodo 30:11-14 os homens Israelitas entravam para o serviço militar com 20 anos para cima.


Genesis 37:28 José foi vendido por 20 siclos de prata, para trabalhar como escravo no Egito.


Genesis 31:38 Jacó trabalhou por 20 anos para o seu sogro Labão (A história de Labão revela que ele era um homem de duplicidade. Ele era astuto e tendencioso à cobiça. Enganou a Jacó).


2 Reis 4:42-44 Cem homens foram milagrosamente alimentados com 20 pães de cevada por determinação do Profeta Eliseu.


20 (10+10) responsabilidade dupla (perante os homens e Deus). Numeral 10 revela um tipo ou figura simbólica da perfeição humana: 10 dedos das mãos (obras acima do chão/ terra), 10 dedos dos pés (obras na terra), perfeição das obras quando em conjunto céus e terra. Contemplado nos 10 mandamentos, perfeição humana na completude de 5 mandamentos que compreendem o homem na sua responsabilidade social, 5 mandamentos na responsabilidade espiritual perante Deus. Etc


2+1=3 manifestação e ativação profética da trindade (Propósito e promessa do Pai, Obra do Filho, Poder do Espirito). Chaves de acesso que conectam o reino do céu e a terra, Deus e os homens.


2+0+2+1=5 Numeral 5 resultantes da soma linear dos números que compõem o ano. Representa a Responsabilidade. Jesus para sua obra completa da Redenção teve 5 feridas (2 nas mãos, 2 nos pés, 1 no lado) João 19. Parábola das 10 virgens, 5 eram néscias e 5 prudentes, Mateus 25. Davi para estar pronto para enfrentar o gigante, recolheu 5 pedras lisas no riacho, 1 Samuel 17. Para um suprimento completo à igreja na terra, Deus Pai na pessoa do Espirito Santo outorgou 5 dons ministeriais para edificação da sua noiva (apóstolos, profetas, pastores, evangelistas e mestres), Efésios 4. Responsabilidade e prudência que devemos estar atentos, no ato de estarmos inseridos na igreja (corpo de Cristo), lugar onde os dons redentivos de Deus foram colocados à disposição para suprimento dos seus eleitos.


2021 Ano das Chaves do Reino dos céus
Ênfase profética que reforça o primeiro e maior mandamento:


Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Mateus 22:37-39


Essa é a chave do Reino dos céus que abre portas, abre os céus na terra.
Isso é Reino de Deus e ser cristão: No vertical, amor a Deus, no horizontal amor ao próximo. Assim conectamos céus e terra, estabelecemos o Reino dos céus.

VISÃO DE BATALHA ESPIRITUAL
2020 foi o Ano do Rato (principado): versatilidade, capacidade de adaptação e resistência. Capacidade de multiplicação e transmissão de doenças ao homem (pandemia). Se a força desse principado (rato) estava no ajuntamento, a estratégia que Deus nos deu como arma de enfrentamento foi a COMUNHÃO (2020 Ano da Comunhão).


2021 é o Ano do Boi (principado): lealdade, disciplina e determinação. (Jugo, trabalho, enfado). Chifres revelam o poder, força.
- Haverá um grande esforço de trabalho (trabalho será como deus para muitos), muitos cristãos apostatarão da Fé por causa do trabalho e dinheiro. Mamom oportunizará poder pelo dinheiro, luxuria, conforto, etc. Estratégia para afastamento dos cristãos do Reino de Deus. Tal qual Esaú (Hedonistas), abrirão mão do direito de benção pelo prazer de um prato de comida.


- Área do trabalho será muito afetada (desemprego/ desaparecimento de profissões e vagas)


- Violência aumentará exponencialmente, intolerância, impaciência, chacina, derramamento de sangue...


- Como resultado da violência do homem, a natureza devolverá a violência sofrida com mesma violência, com catástrofes, furacões, tornados, terremotos, inundações, pragas, surto de doenças já erradicadas, mortes.


- Inversão Lugares secos inundados e lugares férteis secos.


- Chifres – para os que com ele (principado) agreguem, lhes conferirá força e poder para ser e realizar. Mas, para os cristãos fará uso na intenção de ferir e matar.


- 2020 os homens foram feridos como consequência dos seus comportamentos e a escolha de afastar-se de Deus ... como não se arrependeram dos seus pecados, não foram empáticos com as dores e mortes do seu próximo. Inculcaram-se por deus de si mesmo ... 2021 a terra será ferida, se o homem não se importou com seus semelhantes os seres humanos, talvez se importarão com coisas, a terra será ferida e não dará a sua provisão, um cenário de crise econômica e política.


- Endemia de solidão no mundo, como consequência cada vez mais individualismo ... “nos últimos dias o amor de quase todos se esfriará. ”Como consequência profunda tristeza entre os homens, que promoverá tristeza e depressão como doença do mundo. Uma pandemia depressiva, com falta de sentido para viver, aumento de suicídios em todas as faixas etárias.


- Assim como Deus julgou os deuses do Egito através das pragas. Os deuses desse mundo serão removidos, ou seja, morte de grandes referências culturais, os reis e os deuses que influenciam os homens ao pecado e afastamento de Deus, com suas licenciosidades.

Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça! " Os discípulos aproximaram-se dele e perguntaram: "Por que falas ao povo por parábolas? " Ele respondeu: "A vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos céus, mas a eles não. Mateus 13:9-11

2021 Chaves do Reino dos céus. (Soli Deo Glória)
 

 

Em Cristo,

Pastor Cláudio Gonçalves

@ClaudioGoncalvesBR

 

 

Missão_Local_flyers_(1).png